O Rato, o Cão e o Homem de Colarinho Branco: qualquer semelhança não é mera coincidência!

2
564

O RATO

o rato bandido

A grande maioria das pessoas conhece o rato, esse pequeno mamífero roedor, presente em praticamente todas as partes do mundo desde antes de Cristo, com notável capacidade de adaptação a qualquer ambiente.

Paradoxalmente, provoca muitos prejuízos à humanidade, mas também, muitos benefícios via experimentos laboratoriais.

Apresenta um alto grau de homologia com o ser humano em muitos aspectos.

Segundo o Instituto de genoma humano, referência em Genética e Medicina Molecular, o rato tem muita semelhança com o homem nas condições genéticas, biológicas e comportamentais.

Assim, muitos sintomas humanos podem ser aplicados e observados nos pequenos roedores.

Estudos de enfermidades como hipertensão, diabetes, problemas respiratórios, catarata, obesidade, mal de Parkinson, Alzheimer, doenças do coração, distrofia muscular e até mesmo testes comportamentais são realizados.

Daí sua importância nos experimentos e estudos em benefício da humanidade.

Por outro lado, o rato pode servir de vetor à inúmeras doenças transmitidas ao homem e provocar enorme prejuízo econômico e sanitário por onde passar.

CARACTERÍSTICAS GERAIS

1 – Possui focinho pontiagudo perfurante capaz de construir túneis com longas entradas.
2 – Dentes robustos e afiados capaz de destruir fios, madeiras, plásticos, pedras, paredes…
3 – Orelhas pequenas, arredondadas e empinadas favorecendo a captação do som.
4 – Patas e cabeça relativamente pequenas.
5 – Corpo cilíndrico e ligeiramente grosso medindo de 12 a 50 cm de comprimento.
6 – Peso em torno de 100 a 500 gramas podendo chegar a um quilo.
7 – Calda em geral sem pelos.
8 – Pelos curtos e de cor variando, em geral, do cinza ao preto.
9 – Alimentação: come de tudo. Entulhos, lixo, ração de cachorro e gato (ração na vasilha o dia todo é um atrativo), grãos, sendo capaz de destruir plantações e galpões de cereais. O sistema digestório é adaptado a metabolizar diferentes tipos de alimentos.
10 – Predadores: cão, gato (correm alto risco de envenenamento), raposa, coruja, cobra, falcão, águia…
11 – Tempo de vida: de 3 a 7 anos.
12 – Ninhada: de 06 a 12 filhotes a cada 1,5 a 1,7 mês.
13 – Possui baixa visão. A mesma é compensada pela elevada audição e olfato.  O tato, a audição e o olfato são utilizados para obtenção de alimentos, se defender dos predadores e evitar cair em armadilhas.
14 – Pode nadar, subir em locais altos e equilibrar-se em fios e cabos.
15 – Consegue bloquear a respiração por cerca de 3 minutos, permitindo a natação dentro de canos, esgotos e vasos sanitários.
16 – O rato funciona como vetor de várias doenças: Salmonelose, tifo, peste bubônica, leptospirose, transmitidas através das fezes e urina. Também pode transmitir a sarna.
17 – Reprodução: Apto à reprodução a partir dos 50 dias de idade em ambos os sexos, tendo cerca de 20 relações por dia. Pesquisadores têm relatado que o rato quando não está se alimentando, está fazendo sexo e um casal pode produzir no primeiro ano cerca de 800 descendentes e cerca de 1.000 já no segundo ano. ¨
18 – Estudos revelam que mais de 60.000 pessoas são mordidas anualmente por rato só nos Estados Unidos. No Brasil não se conhece estatística sobre o assunto, mas acredita-se que as ocorrências são frequentes, principalmente em crianças.

CARACTERÍSTICAS ESPECÍFICAS

I – RATAZANA (Rattus norvegians)

1 – Conhecido como rato de esgoto, tem de 20 a 50 cm de comprimento.
2 – Cauda mais curta do que o somatório do comprimento do corpo e cabeça.
3 – Peso entre 300 a 500 g. Os maiores podem chegar até 1 kg.
4 – Possui nariz grosso, orelhas pequenas e erguidas, O corpo é mais grosso do que o do rato de telhado.
5 – Período de gestação em torno de 21 dias.
6 – Atinge maturidade sexual de 8 a 12 semanas.
7 – Tem de 5 a 8 filhotes por ninhada e entre 3 a 6 ninhadas por ano.
8 – Se alimenta em média de 30 a 40 gramas de diferentes tipos de alimentos por dia, mas tem preferência por cereais. Bebe cerca de 50 ml de água por dia.

II – RATO DE TELHADO (Rattus Rattus)

1 – Conhecido também como rato negro.
2 – Escala muros, paredes, canos e árvores com grande facilidade.
3 – Nariz pontiagudo, orelhas grandes e empinadas.
4 – Corpo mais estreito que o da ratazana comum.
5 – Tem entre 15 a 25 centímetro de comprimento.
6 – Calda mais longa que o corpo e cabeça somadas.
7 – Se alimenta de tudo que veem pela frente, mas prefere frutas, chegando a consumir por dia, de 15 a 30 gramas de alimentos e beber de 15 a 20 ml de água.
8 – Alcança maturidade sexual em torno e 10 a 15 semanas.
9 – Período de gestação é de cerca de 21 dias.
10 – Produz de 5 a 10 filhotes por ninhada e tem cerca de 4 a 6 ninhadas por ano.

III – CAMUNDONGO (Mus musculus)

1 – Conhecido como rato doméstico, ratinho caseiro, catita.
2 – Mede de 7 a 10 centímetro de comprimento.
3 – Calda do mesmo comprimento do somatório do corpo e cabeça.
4 – Pesa de 10 a 30 gramas.
5 – Olhos e orelhas grandes.
6 – Patas e cabeça relativamente pequena, bem menor que os da ratazana e rato de telhado.
7 – Pode viver em tocas e também escalar telhado.
8 – Come de tudo especialmente cereais, cerca de 3 g de alimento por dia e bebe até 3 ml de água por dia.
9 – Leva de 2 a 3 meses para atingir a maturidade e sexual.
10 – Período de gestação de cerca de 21 dias.
11 – Produz de 5 a 15 crias por ninhada e 7 a 8 ninhadas por ano.

PRINCIPAIS PREDADORES

No tempo quente e em época chuvosa, o rato sai de sua toca e invade residências e estabelecimentos comerciais, causando danos e provocando pânico.

As pessoas, preocupadas vão até às lojas veterinárias a procura de solução adquirindo desde ratoeira, iscas granuladas, iscas bloco parafinado, pó racumim, pasta vampiricida e outros na tentativa de obter o controle.

Por conta disso, expõem os animais domésticos, principalmente cães e gatos, seus principais predadores, ao risco de envenenamento, sendo rotina o atendimento de animais envenenados em consultórios e clínicas. Todo cuidado é pouco no uso desses produtos.

O CONTROLE

O Jornalista americano Robert Sullivan em seu livro Rats enxerga uma dimensão moral na luta do homem no controle do rato.

Segundo Ele, o rato prospera graças ao nosso desmazelo em não ter uma postura responsável em relação ao lixo abandonado nas cidades.

Devemos lançar mão de todos os recursos disponíveis. Além de utilizar corretamente iscas e outros medicamentos existentes no mercado, devemos manter lixo ensacado, em embalagem fechada e na lixeira, fechar locais de acesso e manter e conservar os sacos de ração de animais domésticos sempre amarrados.

O HOMEM DE COLARINHO BRANCO.

o rato de colarinho branco

Historicamente, o Brasil é tido como um país que não é sério e por isso não é confiável, graças ao comportamento da maioria das pessoas, principalmente de alguns homens públicos de praticamente todos os partidos e alguns empresários.

O ex-presidente francês Charles de Goulle, quando esteve no Brasil em 1963 teria dito a frase mais famosa de um estrangeiro sobre o país ao longo da história: ¨¨O Brasil não é um país sério¨.

O fato ocorreu em virtude de um incidente diplomático relativo à pesca da lagosta. Claro que não se pode generalizar.

Naquela época já havia um reconhecimento geral de problemas na formação   educacional, de distorções no direcionamento dos gastos públicos e casos absurdos de políticos envolvidos em corrupção, que revelavam de fato a falta de seriedade brasileira.

Daquela época até hoje só fez piorar e a fila de políticos que têm contas para acertar com a polícia, com a justiça ou com o povo, é longa.

Não passa dia sem que esse assunto esteja presente nos telejornais e na imprensa do Brasil e até mesmo do exterior.

Envolvimento de alguns empresários e de alguns políticos conhecidos em cobrança e recebimento de propinas com esquemas criminosos, enriquecimento ilícito, de lavagem de dinheiro, roubos de recursos públicos, são investigados.

Muitos suspeitos foram denunciados, se tornaram   réus e, inacreditavelmente, até medalhões, mesmo os supostamente protegidos pelo STF foram presos pela Polícia Federal graças a identificação, catalogação, delação premiada, confirmação de provas e atitude corajosa de alguns jovens e preparados procuradores e juízes.

Os movimentos populares de protestos contra a corrupção nas ruas exigindo um basta, a devolução de bens e do dinheiro público desviados para serem aplicados em benefícios da população, foram, são e serão decisivos.

Aí estão, as três melhores iscas para controlar o desvio de recursos públicos:

1 – A voz de protesto popular levando a corrupção para a UTI.
2 – O voto popular consciente.
3 – Atitude de jovens procuradores e juízes competentes, corajosos e comprometidos com a nação brasileira, desligando os equipamentos.

Todos somos responsáveis. VOCÊ JÁ PRATICOU UMA BOA AÇÃO HOJE?

Para maiores informações, CONSULTE UM MÉDICO VETERINÁRIO.

Para outras informações, inclusive “Dicas de Ouro Pet” entre no site: www.meupetsaudavel.com, tem vários artigos a sua disposição. Se gostou de algum, no final deixe seu comentário.

Leia também: QUE LEGADO ESTOU CONSTRUINDO?.

Artigo anterior3 CÃES FAZEM PEDIDOS DE FINAL DE ANO AOS TUTORES.
Próximo artigoO Álcool e a Indiscrição pessoal no Carnaval
O Blog meu pet saudável foi criado pelo Médico Veterinário Aloízio Apoliano Cardozo, M.S. pela U.F.V. MG, pós graduação em Clínica Médica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Qualittas, pós graduação em dermatologia pela Equalis e participação em vários eventos como Congresso, Simpósio, cursos, palestras , dentre outros, promovidos pela Qualittas e ANCLIVEPA. Atuou por diversos anos prestando Assistência Técnica e Extensão Rural, teórica e prática, com metodologia grupal, aos pecuaristas pela ACAR-GO (Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Goiás) e EMATER-GO ( Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Goiás). É Diretor do Consultório Veterinário Popular e proprietário de uma loja de Produtos Veterinários: medicamentos, rações, vacinas e acessórios diversos para pet. Trabalhou como voluntário plantonista no Centro de Valorização da Vida (CVV) e no Hospital das Clínicas(HC) da UFG, fazendo palestras para os pacientes, sobre estilo de vida, alimentação saudável e mensagens musicais; participou de vários cursos de dança de salão com professores Jaime Aroxa e Carlinhos de Jesus; foi fundador da Academia de Dança Bolero Passos e Compassos: ministrou curso de dança de salão para pessoas carentes na Paróquia São francisco de Assis contribuindo para um crescimento físico, moral e espiritual. É sócio da Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais e possuidor do selo de qualidade ANCLIVEPA -BRASIL.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui