POR QUE A ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA É A CHAVE DA SAÚDE DO MEU PET?

0
67

                  

Todos os pets, do recém nascido, em fase de crescimento, adulta, geriátrica, gestante ou em amamentação necessitam de uma alimentação compatível para assegurar um crescimento saudável e uma vida sadia e feliz. A alimentação equilibrada é a chave da saúde do seu pet.

O FILHOTINHO.

O filhotinho está com o organismo em formação e tem uma constituição frágil e é vulnerável a doenças infecto contagiosas e parasitárias e requer muito cuidado sendo a alimentação equilibrada um grande aliado. 

O filhotinho deve se alimentar cerca de 4 vezes ao dia obedecendo a proporção peso do pet X quantidade de ração X número de vêzes ao dia. As informações recomendadas pelo fabricante vem relacionada no verso da embalagem da ração sendo aconselhável a leitura e conferência.

O pai da Medicina, Doutor Hipócrates já recomendava: “faça do seu alimento o seu remédio… Se você utilizar um alimento de qualidade para o seu pet não vai ser necessário “comer” remédio.

O filhotinho deve se alimentar do leite materno no mínimo até os 45 dias de idade. O ideal, se a mãe tiver condições, seria 50 a 60 dias para que ele construa uma boa base formadora de uma imunidade sólida. Para complementar esse assunto, recomendamos a leitura do artigo “Minha cadela não está produzindo leite em quantidade suficiente para alimentar a ninhada, O que fazer” do livro Como conservar seu pet forte e saudável.

Infelizmente o que mais se vê é o desmame muito precoce dos filhotes para fins comerciais ou porque a mãe parou de produzir leite.

Alguns nutrientes são especialmente importantes para o filhotinho e sua ingestão regular é essencial pois vai ajudar muito no seu fortalecimento. A ração deverá pelo menos ser premium especial para filhote e rica em Cálcio, fósforo, ferro, vitamina B-12, fibras, ácidos graxos, vitamina E e minerais dentre outros.

Uma ração de qualidade é muito importante na prevenção do desconforto carenciais  

E atenção: nem todo alimento deve ser oferecido ao PET.

Fique atento para alimentos que não devemos fornecer para seu filhote lendo o artigo: “ALIMENTOS QUE NÃO DEVEMOS OFERECER AOS CÃES E GATOS E POR QUÊ”, no livro “Como conservar seu pet forte e saudável”

NA GRAVIDEZ E AMAMENTAÇÃO.

É um período em que a alimentação pode influenciar não só na saúde da mãe mas também na saúde dos filhotes.

Uma ração pouco nutritiva durante a gestação pode influir na saúde dos filhotes causando prejuízo ao desenvolvimento dos Pets e afetando a saúde da cadela. A disponibilização da ração deve ser maior na fase gestacional para atender as necessidades da mãe e dos filhotes.

A gravidez leva o corpo ao limite e sobrecarrega o corpo ao máximo.

A amamentação faz perder muita água, podendo predispor a desidratação.  É recomendável deixar vários recipientes com água filtrada distribuídos no ambiente em que a cadela vive.

NA FASE ADULTA

Quando o animal atinge a fase adulta o ideal e que seja alimentado 2 vezes ao dia, pela manhã e à noite.

Em geral, cães de raças pequenas a partir de um ano de idade deve substituir a ração de filhote ou de crescimento pela ração de adulto e as raças de grande porte em torno de 18 a 24 meses.

As rações podem ser secas ou úmidas podendo ser oferecida também comida caseira desde que sob orientação do Médico Veterinário. Pode ser uma questão de preferência ou para seguir recomendação clínica. As rações úmidas e com frutas tem maior tendência a se deteriorar e atrair caruncho.

Acostumando com a ração, a mesma só deve ser mudada quando o cão atingir de 7 a 8 anos de idade podendo entrar com ração para idosos ou geriátrico.

FASE GERIÁTRICA

Os cães também envelhecem e os primeiros sinais perceptíveis são o clareamento dos pelos e a medida que ele se aproxima da idade sénior os movimentos vão se tornando mais lentos. Há um comprometimento de alguns órgãos como olhos, rins, e dentes dentre outros, havendo necessidade do uso de ração própria para sénior, disponível no mercado.

             Ração Natural

 Há também a alternativa de ração natural e

ração saudável caseira sem condimentos, temperos, corantes, sal, cebola, alho, pimenta, sempre lembrando que  podem ser tóxico e prejudiciais aos pets podendo comprometer alguns órgãos vitais especialmente os rins.

Alguns cães são seletivos quanto a ração podendo recusar uma ração principalmente quando ocorre uma troca.

TROCA DEVE SER PROGRESSIVA.

Quando for fazer troca de uma ração por outra é aconselhável fazer de forma progressiva para o animal não sentir a mudança. Alguns pets são mais sensíveis e podem sentir mais. Para esses recomenda-se colocar 75% da ração em uso e mistura com 25 % da ração que está introduzindo.

Após cerca de 5 a 7 dias coloca 50% de cada e após 5 a 7 dias coloca 25% da antiga e coloca 75 % da nova, após 5 a 7 dias, 100 % da nova.

Existe nas lojas veterinárias diversas marcas de rações para cães geriátricos e castrados.

O cão idoso necessita de uma ração especial e de uma assistência veterinária para que venha a desfrutar de uma vida longa e saudável. O cão acima de 12 anos só quando adoece é levado para consultar, em geral está apresentando muitas comorbidades. Grande parte desses em estado crítico avançado com comprometimento geral e de vários órgãos internos comprovados através de exames laboratoriais e ultra sonográficos. As vezes param de se alimentar por problemas dentários, quase sempre necessitando de uma alimentação pastosa ou líquida, uma papinha.

   

RECEITA DA PAPINHA.

Cozinhar batata inglesa, cenoura, beterraba, abobora, respeitando o tempo de cozimento de cada um e bate no liquidificador com a própria água, coloca frango cozido macarrão e bate. Serve uma porção quase fria e coloca o restante em vários recipientes no congelador para servir durante a semana. A papinha não deve conter temperos, sal, condimentos, pimenta, alho, nem cebola.

Para mais informações sobre pet e curiosidades acesse o site:

www.meupetsaudavel.com

Para complementar sua leitura, adquira meu livro:

COMO CONSERVAR SEU PET FORTE E SAUDÁVEL.

   

Artigo anteriorA CAMISA FAVORITA
O Blog meu pet saudável foi criado pelo Médico Veterinário Aloízio Apoliano Cardozo, M.S. pela U.F.V. MG, pós graduação em Clínica Médica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Qualittas, pós graduação em dermatologia pela Equalis e participação em vários eventos como Congresso, Simpósio, cursos, palestras , dentre outros, promovidos pela Qualittas e ANCLIVEPA. Atuou por diversos anos prestando Assistência Técnica e Extensão Rural, teórica e prática, com metodologia grupal, aos pecuaristas pela ACAR-GO (Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Goiás) e EMATER-GO ( Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Goiás). É Diretor do Consultório Veterinário Popular e proprietário de uma loja de Produtos Veterinários: medicamentos, rações, vacinas e acessórios diversos para pet. Trabalhou como voluntário plantonista no Centro de Valorização da Vida (CVV) e no Hospital das Clínicas(HC) da UFG, fazendo palestras para os pacientes, sobre estilo de vida, alimentação saudável e mensagens musicais; participou de vários cursos de dança de salão com professores Jaime Aroxa e Carlinhos de Jesus; foi fundador da Academia de Dança Bolero Passos e Compassos: ministrou curso de dança de salão para pessoas carentes na Paróquia São francisco de Assis contribuindo para um crescimento físico, moral e espiritual. É sócio da Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais e possuidor do selo de qualidade ANCLIVEPA -BRASIL.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui