VEJA ESSAS 6 DICAS PARA ADQUIRIR E CUIDAR MELHOR DO SEU PET BRAQUICEFÁLICO.

0
61
cão braquicefálico

Nesse artigo você vai saber 6 dicas para adquirir e cuidar melhor do seu pet braquicefálico. Vai ver como escolher a raça; as características físicas das reças braquicefálicas; importância de localizar um canil ou um criador idôneo; importância de levar o cãozinho ao Médico Veterinário antes de efetuar a compra; conhecer as limitações da raça e os principais cuidados especiais para colocar em prática e ter um PET braquicefálico forte saudável e feliz. .

Incluir um novo membro na família, um PET braquicefálico, pode ser motivo de muita expectativa para os pais e os filhos principalmente em se tratando de um braquicefálico cheio de atrativos como fofinho, alegre, bonito, carismático, carinhoso, calmo, tranquilo, ótimo companheiro, obediente, e que provavelmente irá proporcionar muitos momentos de prazer e alegria além de apresentar baixo consumo alimentar e conviver bem em espaço pequeno.

Para adquirir um cão ou gato braquicefálico, alguns detalhes precisam ser checados previamente. São eles::

1°) ESCOLHA DA RAÇA.

Existem várias raças de cães e gatos braquicefálicos como opção para a família, dentre elas lulu da pomerânia (spitz alemão), maltês, pequenês, shitzu, pug, shar-pai, lhasa apso, buldog inglês, buldog francês dentre outros de cães e da raça felina temos o persa ou himalaio dentre outros.

Gato Persa - Raças Branquicefálicas
Gatinho Persa

2°) CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DAS RAÇAS BRAQUICEFÁLICAS.

Para fazer uma boa aquisição e saber como cuidar melhor do seu PET braquicefálico, é importante conhecer as características raciais. A principal delas é a construção facial alterada geneticamente apresentando focinho achatado, face arredondada, olhos grandes, esbugalhados e expostos e propensos a desidratação, traumatismos, doenças; maxilar inferior (mandíbula) maior do que o maxilar superior; dentes, em geral, distribuídos aleatoriamente. Por isso é importante buscar informações ao desejar adquirir um cão ou gato braquicefálico e como criar adequadamente.  São em geral de pequeno porte podendo vir com pelos curtos, médios ou longos e quanto mais você souber sobre eles mais facilidade terá no ato da aquisição e mais fácil será para cuidar, mantendo-o forte, saudável e feliz.

3°) LOCALIZAR UM CRIADOR IDÔNEO

Buscar informações com pessoas, tutores Veterinários procurando saber endereço e referências de canís e criadores confiáveis visando obter mais segurança e garantia de um boa aquisição.Outra alternativa é adquirir pela internet mas a avaliação pelo Médico Veterinário é de extrema importância para evitar situações indesejáveis..

4°) LEVAR O ANIMALZINHO AO MÉDICO VETERINÁRIO PARA UM EXAME CLÍNICO E SÓ DEPOIS CONCLUIR A COMPRA.

Isto vai possibilitar uma avaliação sobre o estado de saúde do animal, se apresenta alguma anomalia, sintoma de alguma doença, identificação de doenças assintomáticas ou se é possuidor dos padrões da raça.

5°) CONHECER AS LIMITAÇÕES DA RAÇA

As raças braquicefálicas apresentam algumas limitações devido a conformação anatômica de origem genética requerendo um certo cuidado na aquisição e no processo de criação uma vez que os cuidados devem ser contínuos pois o cãozinho é sensível ao calor excessivo ou frio podendo ter muito desconforto sendo o principal deles o caracterizado pela síndrome braquicefálica. Em casos mais graves é necessário intervenção cirúrgica para correção e desobstrução das vias respiratórias..

Pequenês com síndrome da obstrução das vias aéreas braquicefálicas.

A síndrome braquicefálica (veja o link https://love.dogheto.com.br) é também conhecida como síndrome das vias aéreas braquicefálicas ou síndrome da obstrução das vias aéreas braquicefálicas que, principalmente em climas quentes ou por ocasião de exercícios, podem comprometer a respiração, o controle térmico corporal.Outra limitação, principalmente quando a distribuição dentária é irregular é dificuldade na mastigação, problemas digestório além de desconforto e sofrimento.

6°) CUIDADOS ESPECIAIS

A alimentação é o alicerce da vida. O pai da medicina Dr. Hipócrate já falava: Faça do seu alimento o seu remédio. Uma boa alimentação dispensa o uso de medicamentos depois”. Fornecer ao seu PET braquicefálico ração de qualidade preferencialmente premium especial e seguir as orientações do fabricante, alternando com alimentação úmida de qualidade. Veja também: “Alimentos que não devemos oferecer aos cães e gatos, e por quê.”

Disponibilizar água fresca e filtrada em vasilhas por vários locais da casa e em tempo de calor colocar pedrinhas de gelo; evitar passear em horários muito quentes, fazendo em horário de temperatura amena e por curto período de tempo e distância.

Banhar com  água em temperatura ambiente ao meio dia, protegendo os ouvidos e os olhos e secar os pelos com toalha ou secador em média temperatura e efetuar a tosa se tiver pelos longos.pois ajuda a reduzir os efeitos do calor.

Tosa de braquicefálico pelos longos em tempo quente é aconselhável.

O ideal é efetuar o banho e a tosa em pet shop de confiança.

Para proteger o cãozinho em tempo de muito calor envolver o corpo com uma toalha molhada em água fria, utilizar tapete refrescante, ventilador, ar condicionado. Em tempo muito frio utilizar algo para aquecer que pode ser toalha com água morna, colchão térmico.

Não esquecer de manter o esquema de vacinação em dia, controlar ecto e endoparasitas (veja: três parasitas inimigos do seu cão), conservar a vacinação em dia, de manter o piso limpo e desinfetado com amônia quaternária, lavar diariamente os utensílios para ração e para água, e de levar o cãozinho para uma consulta de bem estar uma vez por ano com um Médico Veterinário de pequenos animais.

Para maiores conhecimentos, informações, orientação acesso o site: www.meupetsaudavel.com. E adquira o livro “COMO CONSERVAR SEU PET FORTE E SAUDÁVEL”. Muito obrigado.

Veja também: “Como adquirir e cuidar do seu filhote

Artigo anteriorÉ Possível chegar a 130 anos com Boa Saúde e Qualidade de Vida?
Próximo artigoQUERO ADQUIRIR UM CÃO OU GATO BRAQUICEFÁLICO. O QUE DEVO FAZER?
O Blog meu pet saudável foi criado pelo Médico Veterinário Aloízio Apoliano Cardozo, M.S. pela U.F.V. MG, pós graduação em Clínica Médica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Qualittas, pós graduação em dermatologia pela Equalis e participação em vários eventos como Congresso, Simpósio, cursos, palestras , dentre outros, promovidos pela Qualittas e ANCLIVEPA. Atuou por diversos anos prestando Assistência Técnica e Extensão Rural, teórica e prática, com metodologia grupal, aos pecuaristas pela ACAR-GO (Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Goiás) e EMATER-GO ( Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Goiás). É Diretor do Consultório Veterinário Popular e proprietário de uma loja de Produtos Veterinários: medicamentos, rações, vacinas e acessórios diversos para pet. Trabalhou como voluntário plantonista no Centro de Valorização da Vida (CVV) e no Hospital das Clínicas(HC) da UFG, fazendo palestras para os pacientes, sobre estilo de vida, alimentação saudável e mensagens musicais; participou de vários cursos de dança de salão com professores Jaime Aroxa e Carlinhos de Jesus; foi fundador da Academia de Dança Bolero Passos e Compassos: ministrou curso de dança de salão para pessoas carentes na Paróquia São francisco de Assis contribuindo para um crescimento físico, moral e espiritual. É sócio da Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais e possuidor do selo de qualidade ANCLIVEPA -BRASIL.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui