Informações pela Internet Substituem uma consulta ao Veterinário?

0
158
pesquisa na internet substitui um médico veterinário?
pesquisa na internet substitui um médico veterinário?

Informações pela Internet Substituem uma consulta ao Veterinário?

Google, apesar de ter sido fundada em 1998, já se tornou uma referência e de grande importância para a internet na missão “organizar as informações do mundo e torná-las mundialmente acessíveis e úteis” a um preço relativamente baixo. Faz altos investimentos em busca do desenvolvimento de tecnologia e evolução da internet.

A importância e a utilidade da internet são inquestionáveis.

A consulta é um procedimento acima de tudo presencial e não tem como ser feita pela internet conforme recomenda o protocolo da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Para se realizar uma consulta é necessário ter a presença do paciente, o histórico do paciente, o Médico Veterinário especialista, os equipamentos, instrumentos e exames laboratoriais, as vezes também de imagem. É um ritual onde é feita a aferição dos parâmetros vitais que irão fornecer informações sobre o estado de saúde do paciente e a medicação adequada.

É conhecido que cada doença e cada organismo têm suas particularidades e formas diferentes de reagir ao ataque do agente microbiano e a administração do medicamento.

É necessário um profissional com muitos anos de estudos, conhecimentos para estabelecer diagnóstico correto e o uso adequado dos medicamentos. Doses fortes de antibióticos podem destruir parte da microbiota útil e comprometer ainda mais a saúde do animal.

Pode ser que condições simples sejam solucionadas com indicação de balconistas de lojas e farmácias, mas a probabilidade de ser incompleto, inadequado e trazer sequelas graves é grande. Às vezes isso pode até vir a dificultar o diagnóstico e onerar o gasto uma vez que pode mascarar os sintomas, proporcionar resistência ao medicamento, podendo piorar o quadro ou levar o animal a óbito.

O diagnóstico e tratamento correto só é possível através de uma consulta do Médico Veterinário que se capacitou para adquirir conhecimentos técnicos na área. 

Estudos e relatos de pesquisas têm mostrado que diversos fatores, além de uma infecção, podem afetar a saúde do animal e esses fatores, quase sempre estão inter-relacionados, interatuantes, interdependentes, muitas vezes funcionando em cascata, necessitando serem investigados de forma adequada para que seja alcançado o diagnóstico e tratamento compatível.

E o diagnóstico é um trabalho investigativo, as doenças são numerosas. Algumas enfermidades vêm sem a presença de sintomas (assintomáticas).

Há casos em que portadores de vírus, aparentemente sem sinais clínicos, podem apresentar em algum ´órgão, como por exemplo, alterações pulmonares visíveis no exame de imagem mostrando que está doente.

Estudos e relatos mostram que animais portadores de doenças assintomáticas também transmitem doenças. Outras apresentam sintomas presentes em diversas enfermidades carecendo de diagnóstico diferencial.

Inúmeros casos, muitas vezes são complexos, confusos, desafiadores e frustrantes, principalmente casos oncológicos e casos em que o tutor demora a procurar ajuda médica.

Isto leva ao agravamento da doença, contribuindo para a sua cronicidade, carecendo de medicamentos mais fortes, mais caros e em geral, com elevados efeitos colaterais.

Segundo o especialista em doenças infectocontagiosas francês Dr. Didier Ranoul, “se os doentes não forem tratados a tempo, existe um risco razoável de se encontrarem depois em terapia intensiva, onde, será muito mais difícil salvá-los. Tratar os pacientes apenas quando já estão gravemente doentes é, portanto, uma maneira de aumentar a mortalidade”.

Assim, o recomendável é a prevenção. A profilaxia.

Essas orientações   podem ser adquiridas na leitura de bons artigos sobre pets e durante uma consulta.

Estar preparado para a consulta, passando corretamente as informações, pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo.

É relevante chegar à consulta levando o cartão de vacinação e com algumas informações que deverão ser fornecidas por ocasião da anamnese, como tipo de alimentação, se tem acesso à rua, se vive com outros animais, quais medicamentos foram administrados e quando, se já teve outras doenças.

UMA CONSULTA COM UM MÉDICO VETERINÁRIO PODE INCLUIR:

1 – Preenchimento de um prontuário, com os dados do tutor e do animal.

2 – Anamnese

3 – Exame clínico completo

4 – Exames laboratoriais

5 – Exame de imagem

6 – Registro do diagnóstico real ou provável

7 – Registro da terapêutica.

É uma ação sistematizada que envolve muitos conhecimentos e habilidades.

O Médico Veterinário fica muito feliz quando o tutor adquire e administra os medicamentos conforme o recomentado e fica triste quando o tutor não adquire todos os medicamentos ou não usa corretamente. Não se tem conhecimento de estudos sobre esse fato, mas acredita-se que é relativamente frequente especialmente quando são indicados medicamentos de ponta que em geral tem um alto custo /benefício.

Quando, no entanto, o animal apresenta um quadro de urgência ou emergência o mesmo, junto com uma carta de encaminhamento, é conduzido até a clínica conveniada para fluidoterapia, coleta de material para exames, internação e preparação para procedimento cirúrgico, se for o caso.

Para maiores informações, orientações e indicações, CONSULTE UM MÉDICO VETERINÁRIO.

Leia também: “POSSE RESPONSÁVEL DE UM CACHORRO“.

Artigo anterior“O TÉDIO, O VÍCIO E A POBREZA”
Próximo artigoMICROBIOTA OU MICROBIOMA
O Blog meu pet saudável foi criado pelo Médico Veterinário Aloízio Apoliano Cardozo, M.S. pela U.F.V. MG, pós graduação em Clínica Médica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Qualittas, pós graduação em dermatologia pela Equalis e participação em vários eventos como Congresso, Simpósio, cursos, palestras , dentre outros, promovidos pela Qualittas e ANCLIVEPA. Atuou por diversos anos prestando Assistência Técnica e Extensão Rural, teórica e prática, com metodologia grupal, aos pecuaristas pela ACAR-GO (Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Goiás) e EMATER-GO ( Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Goiás). É Diretor do Consultório Veterinário Popular e proprietário de uma loja de Produtos Veterinários: medicamentos, rações, vacinas e acessórios diversos para pet. Trabalhou como voluntário plantonista no Centro de Valorização da Vida (CVV) e no Hospital das Clínicas(HC) da UFG, fazendo palestras para os pacientes, sobre estilo de vida, alimentação saudável e mensagens musicais; participou de vários cursos de dança de salão com professores Jaime Aroxa e Carlinhos de Jesus; foi fundador da Academia de Dança Bolero Passos e Compassos: ministrou curso de dança de salão para pessoas carentes na Paróquia São francisco de Assis contribuindo para um crescimento físico, moral e espiritual. É sócio da Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais e possuidor do selo de qualidade ANCLIVEPA -BRASIL.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui