Conheça a mais importante doença das Aves no Brasil

1
91
CONHEÇA A MAIS IMPORTANTE DOENÇA DAS AVES, NO BRASIL
CONHEÇA A MAIS IMPORTANTE DOENÇA DAS AVES, NO BRASIL

Fique atento para a mais importante doença das Aves aqui no Brasil!

BOUBA AVIÁRIA

A bouba aviária, ou varíola aviária ou epitelioma contagioso ou pipoca, é uma doença virótica, contagiosa, que ataca galinhas, perus, pombos, papagaios e numerosos outras espécies de aves e pássaros.

Constitui-se na mais importante das doenças que atacam as aves no Brasil, por ocasionar grandes prejuízos, determinando uma elevada mortalidade, principalmente entre os pintinhos.

ETIOLOGIA

A doença é causa pelo vírus Poxvirus, um dos maiores vírus conhecidos, composto de DNA.

Apresenta formato de tijolo e possuem um invólucro externo, sendo facilmente destruídos pela maioria dos desinfetantes comuns.

SINTOMAS

Doença ataca qualquer raça, idade e independente de sexo, e o vírus é encontrado em grandes concentrações nas lesões cutâneas e mucosas das aves infectadas, mas podem ser encontrados no fígado, pulmão e cérebro, e o sangue é virulento mesmo após a cura.

A doença tende a aparecer subitamente após um período de incubação de 4 a 6 dias.

A forma cutânea é a mais comum e se caracteriza pela presença de nódulos de epitelioma   em pés das galinhas, em membrana interdigital e na crista. Podem aparecer manchas esbranquiçadas que com o tempo ficam ulceradas e se cobrem de crostas que quando arrancadas, sangram.

Quando atingem o sistema respiratório provocam o aparecimento de secreção, podendo obstruir o nariz e originar a formação de tumores suboculares.

Nesse estágio, a ave apresenta dispneia e a cabeça arroxeada.

Pode apresentar também uma camada de matéria cinzenta espessa sobre a parte de trás da garganta, dificultando a respiração, provocando a mortalidade em até 90%.

Na necropsia, as aves costumam apresentar alterações hepáticas caracterizadas pelo aumento de tamanho do fígado (hepatomegalia) e palidez. O baço também se apresenta aumentado (esplenomegalia). O coração e o intestino também costumam apresentar alterações.

DIAGNÓSTICO

Na forma cutânea, o diagnóstico clínico, é geralmente fácil pois as lesões em forma de verrugas, são bem características.

A forma diftérica, no entanto, pode ser dificultada pela semelhança dos sintomas apresentados também por outras doenças, como a coriza.

O diagnóstico seguro é fechado pela reprodução da doença pela inoculação em animal susceptível ou pelo achado dos corpúsculos elementares em esfregaços.

PROFILAXIA

Imunização das aves susceptíveis, em geral 3 a 4 semanas após o nascimento através da vacinação, acompanhada de medidas profiláticas como queima e destruição dos cadáveres de aves doentes, limpeza e higiene do local, quarentena de aves recém adquiridas, água limpa, ração de qualidade, vitaminas com minerais e vermifugação.

TRATAMENTO

Não existe um tratamento seguro para a doença.

Há no comércio veterinário o Thuya avícola Simões, Thuya avícola Naturrich, Tintura de Thuya indubrás, dentre outros, mas com resultados nem sempre satisfatórios.

Alguns técnicos sugerem arrancar os epiteliomas e no local pincelar iodo (uma parte) com glicerina (2 partes).

Estudos tem demonstrado que utilizar 0,6 a 1,0 g de urotropina por quilo de peso, uma vez ao dia durante dois dias, tem apresentado ação curativa.

Mas, o que se tem na prática é que os resultados nem sempre são favoráveis e o tratamento costuma ser trabalhoso.  

Tai dicas para quem trabalha com criação de galinhas.

Muito obrigado. Você já fez uma boa ação hoje?

PARA MAIORES INFORMAÇÕES, ORIENTAÇÕES E INDICAÇÕES,

CONSULTE UM MÉDICO VETERINÁRIO.

Leia também: VÍRUS DA LEUCEMIA FELINA – FeLV

Artigo anteriorVÍRUS DA LEUCEMIA FELINA – FeLV
Próximo artigoCASTRAR OU NÃO CASTRAR?
O Blog meu pet saudável foi criado pelo Médico Veterinário Aloízio Apoliano Cardozo, M.S. pela U.F.V. MG, pós graduação em Clínica Médica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Qualittas, pós graduação em dermatologia pela Equalis e participação em vários eventos como Congresso, Simpósio, cursos, palestras , dentre outros, promovidos pela Qualittas e ANCLIVEPA. Atuou por diversos anos prestando Assistência Técnica e Extensão Rural, teórica e prática, com metodologia grupal, aos pecuaristas pela ACAR-GO (Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Goiás) e EMATER-GO ( Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Goiás). É Diretor do Consultório Veterinário Popular e proprietário de uma loja de Produtos Veterinários: medicamentos, rações, vacinas e acessórios diversos para pet. Trabalhou como voluntário plantonista no Centro de Valorização da Vida (CVV) e no Hospital das Clínicas(HC) da UFG, fazendo palestras para os pacientes, sobre estilo de vida, alimentação saudável e mensagens musicais; participou de vários cursos de dança de salão com professores Jaime Aroxa e Carlinhos de Jesus; foi fundador da Academia de Dança Bolero Passos e Compassos: ministrou curso de dança de salão para pessoas carentes na Paróquia São francisco de Assis contribuindo para um crescimento físico, moral e espiritual. É sócio da Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais e possuidor do selo de qualidade ANCLIVEPA -BRASIL.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui