VÍRUS DA LEUCEMIA FELINA – FeLV

1
58
VÍRUS DA LEUCEMIA FELINA – FeLV
VÍRUS DA LEUCEMIA FELINA – FeLV

O QUE É?

A leucemia felina é uma doença que acomete especificamente os gatos, causada por retrovírus (vírus que fazem a retrotranscrição ou seja, forma DNA a partir do RNA) oncogênico.

Frequentemente está associado ao linfoma em felinos domésticos.  Não é uma zoonose mas é altamente contagiosa entre eles.

O retrovírus possui genoma constituído por RNA (fita simples), compromete as defesas  imunológicas dos felinos  (domésticos e selvagens) e   os tornam vulneráveis a doenças infecciosas, cicatrização mais lenta de feridas, lesões na pele, desnutrição, fraqueza e problemas reprodutivas.

MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

1 – Anemia severa, geralmente não regenerativa. Provocada pelo FeLVC,

2 – Anemia autoimune ou por micoplasma (hemobartonela).

Citopenia – (redução de um certo número de células)

– neutropenía (contagem anormalmente baixa de neutrófilos´) persistente ou cíclica.

– trombocitopenia (número de plaquetas reduzidas)

– anisocoria. (Tamanho desigual da pupila)

– gato com estomatite que não melhora nunca.

– Odor muito forte na boca.

– gato com diarreia, desidratação, dificuldade de locomoção.

– gato se arrastando.

– gato que para de andar.

DOENÇA COMPLICADA.

A FeLV é  uma doença mais complicada do que a FIV. Acarretando uma baixa taxa de sobrevivência entre os animais infectados e elevada mortalidade, chegando a atingir uma taxa de mortalidade de até 80% em três anos.

Faz parte da família Retroviridae, é membro do gênero Retrovirus (Produz DNA a partir da transcrição reversa do RNA) gama e é muito semelhante a FIV.

Subtipos

A, B, C, e  T, sendo o A menos patogênico e o T o mais patogênico.

TRANSMISSÃO

-salivas e secreções nasais são as formas mais importantes

-fômites (objetos contaminados) mordidas, lambeduras.

– contatos prolongados.

PATOGENIA

Vai depender da cepa viral, da quantidade que o gato foi injetado da carga viral, e da imunidade, da idade e da resistência orgânica.

Gatos com até quatro meses de idade são mais vulneráveis e mais afetados pelas doenças concomitantes.

Gatos acima de um ano são mais resistentes ao contato.

A INFECÇÃO

1 – O vírus penetra por via oronasal  e replica em linfócitos, infestam pequena quantidade de monócitos e macrófagos, que serão filtrados  pelos linfonodos e começam a se disseminar.

2 – Em seguida o vírus, já na corrente sanguínea, se distribui pelo corpo.

3 – provocando o enfraquecimento do sistema imune devido a morte dos linfócitos B.

4 – o vírus chega na medula, se replica e infecta os linfócitos, neutrófilos, e eosinófilos em formação. O vírus pode ficar por muito tempo na medula e fatores estressantes podem favorecer o surgimento de virose incubada.

5 – Pode haver presença do vírus também nas mucosas, nas glândulas salivares e no revestimento de órgãos.

TESTES DIAGNÓSTICOS

O teste Elisa pode dar negativo entre 4 a 8 semanas,

O teste PCR(medula) dá positivo

Quando o vírus é jogado da medula para a circulação, o teste dá positivo.

DIAGNÓSTICO

Pelo teste Elisa e/ou PCR

Os gatos com acesso à rua devem passar pelo teste Elisa e repetir anualmente, mesmo os vacinados.

TRATAMENTO

1 – inespecífico

-conter infecção secundária

– fazer transfusão se possível

– utilizar protocolos quimioterápicos

2 – específico

– antiviral

– AZT

RECOMENDAÇÕES ESPECÍFICAS:

-Utilizar vacinas inativas para gatos

-Avaliações semestrais para gatos FeLV positivo, principalmente função hepática e renal, fazer US

– manter gato FeLV + mais indoor e isolados.

– Testar todos os gatos do tutor e de gatís.

PROGNÓSTICO

Sobrevida de 3 a 4 anos, mas pode ser de seis meses a um ano, se a doença for proliferativa,  anemia progressiva e induzir neoplasia ( linfoma),através da mutagênese  insercional  adquirida somaticamente, ativando o proto-oncogenes ou interrompendo um gênese supressor de tumor.

Quando a doença atinge a medula óssea e impede a produção de glóbulos brancos para a sua defesa, é o início da fase terminal. Quando o vírus atinge todo o organismo, a saúde do animal fica muito debilitada e o mesmo pode sentir fortes dores. É quando o tutor começa a pensar em Eutanásia.

PREVENÇÃO

-Vacinação

-Manter os gatos dentro de casa

– Evitar contato com gatos de rua

– Realizar a castração a fim de reduzir as chances de  fugas, brigas e agressividade.

Muito obrigado

VOCÊ JÁ FEZ UMA BOA AÇÃO HOJE?

Para maiores informações , orientações e indicações,

CONSULTE UM MÉDICO VETERINÁRIO

Leia também: COMO ADQUIRIR E CUIDAR DO SEU FILHOTE!

Artigo anteriorCOMO ADQUIRIR E CUIDAR DO SEU FILHOTE!
Próximo artigoConheça a mais importante doença das Aves no Brasil
O Blog meu pet saudável foi criado pelo Médico Veterinário Aloízio Apoliano Cardozo, M.S. pela U.F.V. MG, pós graduação em Clínica Médica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Qualittas, pós graduação em dermatologia pela Equalis e participação em vários eventos como Congresso, Simpósio, cursos, palestras , dentre outros, promovidos pela Qualittas e ANCLIVEPA. Atuou por diversos anos prestando Assistência Técnica e Extensão Rural, teórica e prática, com metodologia grupal, aos pecuaristas pela ACAR-GO (Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Goiás) e EMATER-GO ( Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Goiás). É Diretor do Consultório Veterinário Popular e proprietário de uma loja de Produtos Veterinários: medicamentos, rações, vacinas e acessórios diversos para pet. Trabalhou como voluntário plantonista no Centro de Valorização da Vida (CVV) e no Hospital das Clínicas(HC) da UFG, fazendo palestras para os pacientes, sobre estilo de vida, alimentação saudável e mensagens musicais; participou de vários cursos de dança de salão com professores Jaime Aroxa e Carlinhos de Jesus; foi fundador da Academia de Dança Bolero Passos e Compassos: ministrou curso de dança de salão para pessoas carentes na Paróquia São francisco de Assis contribuindo para um crescimento físico, moral e espiritual. É sócio da Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais e possuidor do selo de qualidade ANCLIVEPA -BRASIL.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui