ANIVERSÁRIO

1
61
aniversário

Envie para parentes e amigos que estão aniversariando pois fazer aniversário é um privilégio, festejar com a família e amigos é alcançar uma graça!

ANIVERSÁRIO A ORIGEM

A origem da palavra aniversário, vem do latim annus (ano) e vertere (voltar) “aquilo que volta todos os anos”.

Os Antropólogos americanos Ralph e Adelin, escreveram um livro The Lore of Birthdays (A sabedoria dos aniversários), onde relata que o modo da comemoração surgiu por volta de 3000 a.C. no Egito antigo quando os Gregos e os Egípcios adotaram o costume. No entanto não dispomos de registros exatos de épocas longínquas.

Rituais pagãos e crenças mágicas deram origem à maioria dos costumes das comemorações de aniversário, mas as comemorações eram reservadas apenas aos seres superiores: Faraós e Deuses.

Com o passar do tempo, o hábito foi se estendendo aos mortais, alcançou os Romanos a nível de Imperadores, seus familiares e aos senadores.

O costume posteriormente foi abolido por causa de sua origem pagã e passou a perder espaço com o surgimento do Cristianismo.

INÍCIO DOS FESTEJOS

No século IV, com o início da celebração do nascimento de Cristo e do Natal pela Igreja, veio o hábito de festejar aniversários e pouco a pouco, foram surgindo peças simbólicas como o bolo redondo com mel, as velinhas, os balões, o “parabéns pra você”, o “com quem será”, o hábito de dar presente ao aniversariante.

Tudo isso, tinha origem pagã com objetivos original de afastar os maus espíritos e dar proteção, uma forma de trazer o bem e afastar o mal.

Fazer um pedido antes de soprar as velas era tido como enviar um sinal aos céus.

A MÚSICA “PARABÉNS PRA VOCÊ”

Há quem defenda que o “Parabéns pra você” surgiu em 1875 com a criação pelas americanas Mildred e Patrícia Hill, da melodia “Good Morning to All” que sofreu algumas alterações até chegar em “Parabéns pra você” em 1924.

A versão brasileira da música foi decidida na cidade do Rio de Janeiro em um concurso na Rádio Tupi em 1942, tendo como vencedor a paulista Berthe Celeste Homem de Mello.

O USO DA VELINHA

O costume da vela sobre o bolo redondo, de mel simbolizava a lua cheia, que segundo a mitologia, era a forma com que a Deusa grega Artêmis se expressava e aparecia na natureza.

A ORIGEM DO BRIGADEIRO

Posteriormente, surgiram os salgados e os doces. Falando de doces, o docinho mais famoso dos aniversários é o brasileirinho brigadeiro.

Seu surgimento veio de uma disputa presidencial de 1945. Eleitores do brigadeiro Eduardo Gomes criaram o “doce do brigadeiro”, tentando conquistar votos através do paladar do eleitorado.

O doce foi um sucesso, mas o brigadeiro acabou perdendo as eleições.

O CARTÃO DE ANIVERSÁRIO

A tradição de enviar cartões de aniversário começou na Inglaterra no início do século 20.

Os Ingleses, como sempre, com aquele jeitinho de “dissimular para evitar constrangimento”, criaram a tradição de enviar cartão de aniversário como pedido de desculpa carinhoso quando não podia comparecer ao evento.

Hoje, a maioria prefere entregar o cartão junto com o presente, pessoalmente.

MOMENTOS LÚDICOS E AGRADÁVEIS

A presença de familiares e amigos, bem arrumados, bem vestidos e perfumados, com presentes e cartões deixa a pessoa aniversariante em êxtase e os convidados tem a oportunidade de viver e conviver momentos lúdicos e agradáveis.

ANIVERSÁRIO DO PET

Nos dias de hoje, com os pets sendo considerados um membro da família, tornou-se um hábito comemorar aniversario. Muitos fazem um ritual parecido com o dos humanos, incluindo convites, salgados, doces, o famoso brigadeiro, vela, presença de convidados, os parabéns pra você e muitas fotografias. Alguns aproveitam para fazer noivado e até mesmo casamento.

É uma graça. Muito obrigado! Você já praticou uma boa ação hoje?

Para indicações, informações e orientações sobre pet, acesse: www.meupetsaudavel.com

Leia também: DICAS PARA AUXILIAR NA CONSTRUÇÃO DE UM BOM LEGADO.

Artigo anterior6 DICAS BÁSICAS SOBRE PROFILAXIA PET.
Próximo artigoPELE DO CÃO: PROBLEMAS E CUIDADOS.
O Blog meu pet saudável foi criado pelo Médico Veterinário Aloízio Apoliano Cardozo, M.S. pela U.F.V. MG, pós graduação em Clínica Médica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Qualittas, pós graduação em dermatologia pela Equalis e participação em vários eventos como Congresso, Simpósio, cursos, palestras , dentre outros, promovidos pela Qualittas e ANCLIVEPA. Atuou por diversos anos prestando Assistência Técnica e Extensão Rural, teórica e prática, com metodologia grupal, aos pecuaristas pela ACAR-GO (Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Goiás) e EMATER-GO ( Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Goiás). É Diretor do Consultório Veterinário Popular e proprietário de uma loja de Produtos Veterinários: medicamentos, rações, vacinas e acessórios diversos para pet. Trabalhou como voluntário plantonista no Centro de Valorização da Vida (CVV) e no Hospital das Clínicas(HC) da UFG, fazendo palestras para os pacientes, sobre estilo de vida, alimentação saudável e mensagens musicais; participou de vários cursos de dança de salão com professores Jaime Aroxa e Carlinhos de Jesus; foi fundador da Academia de Dança Bolero Passos e Compassos: ministrou curso de dança de salão para pessoas carentes na Paróquia São francisco de Assis contribuindo para um crescimento físico, moral e espiritual. É sócio da Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais e possuidor do selo de qualidade ANCLIVEPA -BRASIL.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui