O CÂNCER: SAIBA COMO ELE SE DESENVOLVE E COMO PREVENIR

0
248

Todos os animais que nascem vivenciam dupla condição: a dos sadios e a dos doentes. Na condição dos doentes, alguns adquirem a enfermidade nos primeiros anos de vida; outros adquirem na juventude e a maioria na idade avançada em consequência da ação de inúmeros fatores que, através do tempo, vão provocando efeitos cumulativos. O câncer é uma doença que se enquadra nessa última categoria.

ETIOLOGIA DO CANCER

No mundo grego o vocábulo câncer era denominado de Karkinos, o que originou o nome carcinoma. Mas a origem vem do latim “câncer” que significa caranguejo o que explica  porque o nome da doença é o mesmo do signo e da constelação do câncer. O legendário Médico Romano Doutor Galeno afirmou que o nome câncer foi dado à doença porque as veias intumescidas que circundavam o tumor tinham a aparência  das patas e o aspecto assustador,  aparência  agressiva e ameaçadora do caranguejo.

O QUE É O CÂNCER

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), câncer é um nome genérico dado a um conjunto de mais de cem doenças, que tem em comum o crescimento desordenado e anormal de células que tende a invadir tecidos e órgãos vizinhos. Dentre eles temos o mastocitoma, carcinoma, linfoma, melanoma,

TVT, hemangiossarcoma, sarcoma de aplicação em gatos, dentre outros.

CAUSAS DO CÂNCER

Em geral é indeterminada. O que se tem é uma estimativa. Para o câncer se estabelecer ele precisa de  fatores relacionados com a imunidade, fatores ambientais, infecciosos e, em menor proporção, de fatores genéticos.

COMO SE FORMA O CÂNCER?

O câncer surge através do perda do controle normal da divisão celular, da perda do equilíbrio entre a taxa de divisão celular X morte natural das células velhas. No câncer, este balanço é afetado, o crescimento celular passa a ser descontrolado, desordenado e anormal com perda da habilidade celular da apoptose.

CARCINOGÊNESE

O câncer é dependente da idade. A grande maioria dos cães oncológicos são idosos. Quando  afeta  animais jovens, em geral é por causa genética ou até mesmo hereditária. O câncer tem um início lento, podendo levar meses a anos evoluindo. É normal que as células acumulem mudanças genéticas com a idade, o que é algo esperado. Agora, quando o sistema imunitário não consegue combater certas células, elas continuam adquirindo mutações e acabam levando ao câncer.

O câncer pode se desenvolver em todas as partes do corpo onde tem células. Pode ser cerebral, nasal, nas mucosas, no coração, pulmão mas é na pele o local com maior casuística.

FASE DA INICIAÇÃO DO CÂNCER

É o primeiro estágio. Nele as células sofrem o efeito de agentes cancerígenos ou carcinôgenos (vírus, bactérias, fungos, vermes, medicamentos, sol, alimentos, stress…) que provocam modificações nos seus genes. Nesta fase ainda não é possível detectar um tumor clinicamente.

FASE DA PROMOÇÃO

Células iniciadas sofrem ação de um segundo grupo de agentes cancerígenos que vai atuar como oncopromotores. São transformadas em células malignas de forma lenta e gradual e após um longo e continuado contato com o agente cancerígeno promotor. A supressão

do contato com agentes  promotores muitas vezes interrompe ou para o processo nesse estágio.

FASE DE PROGRESSÃO

É caracterizada pela multiplicação descontrolada e irreversível das células alteradas. Nesse estágio o câncer já está instalado, evoluindo até o  surgimento das primeiras manifestações clínicas da doença. Vários agentes  oncogênicos  ou carcinógenos possuem componentes que podem atuar em uma das fases ou nas três fases simultaneamente. É o exemplo clássico do fumo. Aquí o tumor é perceptível macroscopicamente.

CARACTERÍSTICAS DO TUMOR BENIGNO

Em geral o crescimento é lento e expansivo, é capsulado, raramente é ulcerado e necrosado, crescimento homogênea, mitoses raras e típicas, com relação a diferenciação, é bem diferenciado ou seja lembra o tecido de origem, a histogênese dessa neoplasia e não ocorre metástase.

CARACTERÍSTICAS DO TUMOR MALÍGNO

O crescimento é rápido e infiltrativo, não capsulado, ulceração e necrose extremamente presente, multilobulado  crescendo de forma variada, mitoses atípicas e aberrantes, perda da diferenciação com desvio de normalidade onde a relação núcleo citoplasma da célula é aumentada, perdem suas características, processo de metástase presente.

DIAGNÓSTICO

Pelo quadro sintomático, biopsia, exame citológico e histopatológico, na maioria das vezes.

TRATAMENTO

Cirúrgico e uso de medicamentos quimioterápicos e de suporte, conforme o caso.

EUTANÁSIA ?

Uma decisão muito delicada que deve ser analisada e discutida entre tutor, familiares e o técnico. Afinal foram anos de convivência e de muitos momentos prazerosos em família…

CONCLUSÃO

A prevenção ainda é o melhor remédio. Alimentação correta, higiene, vacinação, hidratação, castração, controle de ecto e endoparasitas, evitar uso de anticoncepcional e realizar uma consulta de bem estar do seu cão com o Médico Veterinário pelo menos uma vez ao ano, são medidas indispensáveis.

Para maiores informações sobre esses cuidados, acesse o site: www.meupetsaudavel.com

Leia também: “TUDO SOBRE CONSTIPAÇÃO EM CÃES

Artigo anteriorQUANDO E POR QUE VACINAR OS DOGS ?
Próximo artigoOutubro Rosa: Como evitar Tumor de Mama nas Cadelas
O Blog meu pet saudável foi criado pelo Médico Veterinário Aloízio Apoliano Cardozo, M.S. pela U.F.V. MG, pós graduação em Clínica Médica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Qualittas, pós graduação em dermatologia pela Equalis e participação em vários eventos como Congresso, Simpósio, cursos, palestras , dentre outros, promovidos pela Qualittas e ANCLIVEPA. Atuou por diversos anos prestando Assistência Técnica e Extensão Rural, teórica e prática, com metodologia grupal, aos pecuaristas pela ACAR-GO (Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Goiás) e EMATER-GO ( Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Goiás). É Diretor do Consultório Veterinário Popular e proprietário de uma loja de Produtos Veterinários: medicamentos, rações, vacinas e acessórios diversos para pet. Trabalhou como voluntário plantonista no Centro de Valorização da Vida (CVV) e no Hospital das Clínicas(HC) da UFG, fazendo palestras para os pacientes, sobre estilo de vida, alimentação saudável e mensagens musicais; participou de vários cursos de dança de salão com professores Jaime Aroxa e Carlinhos de Jesus; foi fundador da Academia de Dança Bolero Passos e Compassos: ministrou curso de dança de salão para pessoas carentes na Paróquia São francisco de Assis contribuindo para um crescimento físico, moral e espiritual. É sócio da Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais e possuidor do selo de qualidade ANCLIVEPA -BRASIL.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui